As 5 lições de Jim Collins, tido por muitos como o sucessor de Peter Drucker

Ter o reconhecimento mundial da comunidade do Management e da Administração não é tarefa das mais fáceis. Imagina, então, ser considerado por muitos o sucessor do grande maestro da Administração contemporânea. Jim Collins foi o “cara” que alcançou esse status e hoje é um dos mais respeitados pensadores do mundo management da atualidade, tido por muitos como o herdeiro de Peter Drucker.

Suas ideias e ideais já pararam em 3,5 milhões de livros vendidos em 29 idiomas diferentes. Em palestra no HSM ExpoManagement de 2010, Jim Collins revelou algumas lições de bons modelos de Administração e cases de grandes empresas duradouras que conseguiram um desempenho superior ao longo do tempo. Veja as cinco grandes lições de Collins.

Lição 1 – Cuidado com o declínio

Jim Collins destaca que as grandes responsáveis pelo declínio de uma organização são as próprias empresas. “Algumas empresas caem ou sobem e isso não é questão das circunstâncias, é questão da escolha consciente e disciplina”, afirma.

Collins destaca que existem cinco estágios do declínio e que é preciso ficar atento a eles:

– Estágio 1: O excesso de confiança proveniente do sucesso
– Estágio 2: A busca indisciplinada por mais (escala, crescimento, “aplausos”…)
– Estágio 3: A negação dos riscos e perigos
– Estágio 4: A luta desesperada pela salvação
– Estágio 5: A entrega à irrelevância ou à morte

Lição 2 – Seja um “líder nível 5″

Um dos elementos que fazem com que uma empresa deixe de ser boa para ser excelente é a liderança. Para Collins, essa liderança deve ser baseada em tomadas de decisões corajosas, buscar fazer o melhor possível e, principalmente, ter humildade. “O ingrediente mágico entre os grandes CEOs não está em sua genialidade ou competência, mas em sua humildade e boa-vontade”, explica.

Jim Collins afirma que essas pessoas são consideradas os “líderes nível 5″ e possuem as qualidades dos níveis anteriores. Nível 1: reúne as capacidades individuais. Nível 2: as de equipe. Nível 3: as de administração. Nível 4: reúne habilidades de liderança: capacidade de comandar, dar direção, mobilizar e transformar um grupo.

Lição 3 – Não fique arrogante com o sucesso

A queda das empresas, muitas vezes, está na continuidade do modelo de gestão. Muitas empresas quando chegam ao sucesso mantêm o formato que lhes deu bons resultados e se acomodam, ou seja, não buscam inovar ou trazer algo diferente que agregue à empresa. “É preciso manter a empolgação, a auto-estima, criatividade e intensidade, mesmo quando tiver sucesso. Se as pessoas perdem isso, há possibilidade de declínio”, afirma Collins.

De acordo com Collins, foi assim que a Johnson & Johnson e a Page conseguiram se manter em mais de 100 anos de mercado.

Lição 4 – Não desmotive seus funcionários

Jim Collins explica que é comum ouvir que é preciso motivar os funcionários da empresa. Mas, através de pesquisas em diversas organizações pelo mundo, ele constatou que as características dos funcionários contratados recentemente já indicam um grau de motivação natural nesses profissionais.

Collins afirma, então, que a questão central não está na motivação desses funcionários, mas em não desmotivá-los. O guru diz que isso é possível quando a empresa está aberta a novas sugestões, encara outros projetos e dá as ferramentas necessárias para o andamento do trabalho.

Lição 5 – Escolha as pessoas certas

“A habilidade executiva número um é escolher as pessoas certas e colocá-las nas posições certas”, afirma Collins. Ele destaca que ter uma equipe comprometida com a empresa e ocupando os cargos ideais aumentam drasticamente as chances de o empreendimento dar certo.

Collins indica que existem algumas características para saber se a empresa contratou o profissional certo. Entre elas estão:

– pessoas certas se encaixam nos valores da corporação;

– pessoas certas não precisam ser gerenciadas de perto;

– pessoas certas compreendem que não tem emprego, mas sim responsabilidade;

– Elas fazem 100% do que realmente se propõe a fazer;

– Elas têm uma enorme paixão pela empresa e pelo trabalho que exercem.

Jim Collins

É um dos mais respeitado pensador do mundo de management da atualidade e considerado o sucessor de Peter Drucker. Jim Collins escreveu quatro livros – incluindo o clássico Built to Last, que registra 3,5 milhões de cópias vendidas em 29 idiomas e até hoje figura em listas de best-sellers.

Fonte: Administradores

Desmotivado que nada! Tome algumas pílulas de motivação de Zig Ziglar

Zig Ziglar, foi um dos palestrantes motivacionais mais requisitados dos Estados Unidos, onde transmitia sua mensagem com muito humor e entusiasmo. Casado por mais de seis décadas, vendeu milhões de livros ensinando como alcançar sucesso na vida e nos negócios. Falecido em 2012, aos 86 anos, além de deixar 30 livros escritos, também deixou ótimas frases que foram amplamente compartilhadas nas redes sociais. Aqui vão algumas preciosidades deste mestre:

“As pessoas costumam dizer que a motivação não dura sempre. Bem, nem o efeito do banho, por isso recomenda-se diariamente.”

“O fracasso é um evento, não uma pessoa. Ontem terminou na noite passada.”

“Falta de direção, não falta de tempo, é o problema. Todo mundo tem dias de 24 horas.”
“As pessoas não compram por razões lógicas, elas compram por razões emocionais.”

“Uma meta adequada já é meio caminho.”

“Se você quer atingir uma meta, você deve primeiro se imaginar alcançando, antes de realmente alcançar.”

“Atingir um objetivo que você não tem é tão difícil quanto voltar de um lugar para onde você nunca foi.”

“Se você aprendeu algo com a derrota, você na verdade nunca perdeu.”

“Se você mira nada, sempre acertará.”

“Se você não se vê como vencedor, então não agirá como um.”

“Toda venda tem 5 obstáculos básicos: sem dinheiro, sem necessidade, sem pressa, sem desejo, sem confiança.”

“Pergunte a si mesmo: A minha atitude vale a pena ser imitada?”

“Diante de um obstáculo, você muda sua direção, não de objetivo.”

“Você terá tudo que quiser na vida se ajudar o suficiente os outros a conseguir o que eles querem.”

“Clientes que reclamam representam uma grande oportunidade para fazer novos negócios.”

“Para cada venda que você perde por ser muito empolgado, você perde 100 por não ter sido empolgado o suficiente.”

“Sua atitude, não aptidão, determinará sua altitude.”

“Você pode ter tudo o que quiser se fizer esforços para ajudar outras pessoas a terem o que elas querem.”

Fonte: Canal do Empreendedor

7 Coisas positivas que você deveria dizer

Existem coisas importantes que podem realmente dar um significado a sua vida, mas elas devem ser abraçadas e reafirmadas em ações e palavras, confira esse texto e afirme sua felicidade.

 

“Seu futuro depende de muitas coisas, mas principalmente de você.” – Frank Tyger
Sua história de vida é uma expressão de quem você é. As palavras que você escolhe usar servem para moldar a história que conta quem você realmente é. Suas palavras criam a essência de sua cultura interna e o núcleo de sua identidade, revelando também o seu destino.
Como você tem escrito sua história até o presente momento? Você escolhe usar palavras com direcionamento positivo? Se você prestasse atenção nas suas próprias falas internas ou suas conversas com os outros, você diria que as declarações que faz criam felicidade ou te afastam disso?
As palavras que você escolhe escrevem sua história. Significam sua expressão verbal interna e externa que torna sua felicidade possível e que inspira a sua vida num propósito, significado e vitalidade.
Chegou a hora de dizer…



1• “Eu tenho uma escolha!”
Não são seus talentos ou habilidades, mas suas escolhas que vão determinar o seu destino.
As escolhas que você faz diariamente são relevantes porque elas são um reflexo de quem você é essencialmente, portanto você é o que você escolhe.
Passe a olhar para si mesmo no espelho e dizer honestamente: “Eu tenho uma escolha. Eu estou aqui agora por causa das escolhas que fiz no passado e meu destino será resultado das escolhas que farei hoje e nos dias que se seguem.”



2• “Vamos começar!”
Você não conseguirá construir nada apenas com idéias e planos do que você vai fazer um dia. Se você quer algo, você tem que fazer um pouco todo dia, declará-lo e em seguida, começar.
A meta é muito mais do que um exercício mental. Na verdade, sem a intenção de ação um objetivo nada mais é do que uma mentira que você insiste em contar para si mesmo. É hora de tomar as suas decisões reais no presente. É preciso dar o tempo e atenção que suas aspirações merecem.
No final, não importa o que você está pensando, não importa o que você está fazendo. Tudo o que você quiser realizar… É preciso começar.




3• “Eu tenho o que é preciso.”
O pior inimigo de hoje é a sua dúvida interna. No momento em que você começar a duvidar é o momento em que se torna impossível para você, pois a dúvida paralisa você de medo, impedindo qualquer ação.

Você tem que acreditar em si mesmo. Você tem que confiar em si mesmo. Você pode estar nervoso, mas que você não deve nunca deixar qualquer fonte de negatividade no mundo convencê-lo de que você não tem o que é preciso.
Dê a si mesmo uma palavra de auto-motivação, se você precisar. A PNL diz que ao relembrar de momentos em que você se sentia forte e feliz, você traz novamente uma parcela grande daquele sentimento vivido anteriormente, assim sendo, relembre alguns fatos, algumas evidências de sua grandeza. Lembre-se de suas vitórias passadas. Ainda sobre a PNL, as auto-afirmações são um gatilho para aproximar você de um estado mental desejado, fale em voz alta – “Eu aceito qualquer desafio que a vida me impor, pois eu sei, eu posso, eu vencerei definitivamente!” “Eu ganharei esse aumento” “Eu consigo correr 5 km. “Eu posso fazer isso e farei com certeza.” E assim por diante… Dê uma voz positiva as suas vitórias passadas e motive-se ao mesmo tempo, pois assim você vai encontrar a força para repetir todo o êxito que já conseguiu.




4• “Olá, como posso te ajudar?”
Na vida, você recebe o que você investe.

Em maior parte da vida, as pessoas mais infelizes que você vai encontrar serão aqueles que são totalmente egoístas, as pessoas mais felizes que você vai encontrar serão aqueles que se perdem na alegria e desafio de ajudar os outros.
A felicidade é sempre alcançada ao doá-la, sem expectativa. Aqueles que ajudam os outros, eventualmente, são ajudados. Você tem duas mãos, uma para ajudar a si mesmo e a outra para ajudar as pessoas ao seu redor. Quando você for dormir a noite, sabendo em seu coração que você fez o dia de alguém um pouco mais brilhante, você tem algo para sorrir.



 5• “Olhe o quão longe eu já cheguei.”
A maneira de você mover uma montanha é movendo uma pedra de cada vez. Cada pedra que você se mover, não importa quão pequena, é um progresso.
Às vezes pode ser difícil ver o seu progresso. Às vezes ele vai ser frustrante quando você procura os resultados e eles não aparecem tão rapidamente como você esperava. Ainda assim, você está avançando. Você pode estar se movendo lentamente, mas você ainda está se movendo.
Uma façanha, afinal de contas, é um processo permanente, não um único evento. Para alcançar qualquer objetivo que vale a pena você deve trabalhar muitos vetores. Você precisa aprender o que funciona por tentativa e erro. Você deve explorar possibilidades, muitas das quais só vai mostrar o que não funciona. Basta ter em mente que os erros e contratempos são uma parte vital do processo.
Faça uma pausa de vez em quando e dê palmadinha nas costas. Aplauda-se por ter coragem de fazer o que precisa ser feito. E tome cuidado para não gastar tanto tempo a olhar para o quão longe você ainda tem que ir, pois é preciso que você se lembre sempre de apreciar o quão longe você já chegou.




6•
Esse espaço em branco não é um erro de digitação. Esse espaço representa silêncio.

Silêncio é calmante. Silêncio é paz. O silêncio é bom e saudável. Quanto mais silencioso você for, melhor, pois mais você pode ouvir a si mesmo enquanto pensa.
Alguma vez você já ouviu o silêncio antes do sol se pôr no horizonte? Ou o silêncio de uma estrada de interior à meia-noite?  Ou talvez, o silêncio no fundo da biblioteca da cidade, ou a pausa ansiosa num lugar cheio de pessoas quando as luzes se apagam para o evento principal, ou melhor, o momento logo após a porta se fechar e de repente você ter a casa toda para si?
Cada momento de silêncio é diferente, mas todos são lindos e poéticos se você for capaz de ouvi-los com atenção. Não é preciso que diga nada, pense calmamente, basta ser, ouvir e respirar.




7• “Eu tenho mais do que suficiente para ser feliz.”
As pessoas mais felizes não são as mais sortudas, sendo que elas geralmente não têm o melhor de tudo também. Elas simplesmente aproveitam ao máximo tudo o que têm. A razão pela qual tantas pessoas estão descontentes é porque eles tendem a olhar para o que está faltando em sua vida, em vez do que já possuem.

Tomar uma posição e virara chave. Pare de desejar que você tenha mais. Pare de desejar estar em outro lugar. Pare de desejar ser outra pessoa. Ame seu corpo, ame quem você é e use isso para dar um impulso no seu potencial.

Aprece as coisas que você tem que tantos outros sonham. Grite em voz alta, se for preciso: “Eu tenho a sorte de estar vivo! Estou feliz por ser quem eu sou! Eu tenho muito mais do que eu preciso e tanto a agradecer! Minha vida não é perfeita, é apenas maravilhosa do jeito que ela é.”

Fonte: Mundo DSE

Fundador da Cacau Show fala sobre empreendedorismo

Conheça a história de sucesso sobre a Cacau Show, em um vídeo onde Alexandre Costa,  fundador da Cacau Show demonstra seu amor e seu talento pela empresa.

Fonte: Pequenas Empresas & Grandes Negócios

As 3 diferenças entre a pessoa produtiva e a pessoa ocupada

Uma frase extremamente comum no mundo corporativo é “Não tenho tempo para nada!”. Como fã da democracia, eu sou obrigado a discordar!

O tempo é um dos poucos recursos que todas as pessoas têm, igualmente.

Por outro lado, a forma que você aproveita as suas 24 horas, aí sim são outros 500.

Se está entre as pessoas que “não tem tempo pra nada”, confira abaixo algumas diferenças de postura que podem te levar a um dia-a-dia muito mais produtivo.

1. Ocupar o tempo vs. aproveitar o tempo
Existe uma coisa chamada Lei de Parkinson, que diz que “O trabalho se expande para preencher o tempo disponível para ser concluído”. Ou seja, se você fala pra uma pessoa ocupada “Você tem até tal hora para entregar algo”, essa pessoa dará um jeito de ocupar essas horas, mesmo que o prazo esteja extremamente folgado.

Por outro lado, as pessoas produtivas pensam “Preciso entregar essa tarefa. Vou dar um jeito de aproveitar as horas que tenho e entregar o máximo possível”.

Com esses pensamentos diferentes, dificilmente uma pessoa ocupada entregará algo antes do prazo. Em compensação, a pessoa produtiva está sempre pensando em formas de entregar além do esperado.

2. Fazer o que acontece vs. fazer acontecer
Uma pessoa “ocupada” se distrai muito fácil. Isso acontece porque sem um objetivo claro, qualquer interrupção parece relevante e o que é importante mas não é urgente fica sempre deixado pra depois.

A pessoa produtiva sabe que precisa alcançar um objetivo importante. Tudo que não estiver relacionado com esse objetivo deve ser ignorado até o objetivo seja alcançado.

Faz sentido imaginar um piloto de F1 checando o Facebook a cada 5 minutos durante a corrida? Por que faria pra você?

3. Seguir as regras vs. criar as regras
Pessoas sem postura produtiva normalmente recebem uma sequência de tarefas e saem executando sem entender muito bem o porquê. Isso tira a motivação e aumenta muito a dificuldade da tarefa.

Em compensação, pessoas produtivas fazem questão de entender exatamente onde precisam chegar. A partir disso, elas conseguem criar seus próprios planos e executá-los de maneira eficiente.

Conclusão: Produza ou descanse, enrolação é desperdício
Que fique bem claro, trabalhar 37 horas por dia dificilmente é a coisa mais produtiva a se fazer. Assim como qualquer máquina, o corpo humano precisa de manutenção e se você não tiver momentos para descansar, uma hora a máquina quebra.

Por isso, não tem problema algum checar Facebook, tirar um cochilo ou levantar pra tomar uma água, desde que seja num momento em que você esteja conscientemente descansando.

Fonte:
Saia do lugar